Pular para o conteúdo principal

Montando um roteiro para a Europa! Passagens aéreas, trens e ônibus


Quando decidi que ia para o Tomorrowland, e comecei a fazer a pesquisa de gastos, cheguei à conclusão de que não fazia sentido atravessar o oceano para ficar apenas cinco dias na Europa! Eu poderia tirar um período maior de férias no trabalho e os gastos com passagem, por exemplo, já fariam valer a pena dar uma esticada e visitar outros países, e fazer a famosa Eurotrip. Porém, essa esticadinha, que seria a princípio de 15 dias, acabou virando um mês! E o meu roteiro, com o passar do tempo, sofreu várias alterações! À medida que fui me aproximando do pessoal do grupo do Facebook, e nossas vontades e ideias foram se fundindo, bati o martelo com o que hoje chegou a 10 países, em 29 dias.

Quando comprei minha passagem de avião, no final de 2012, estava certa de que iria começar a trip no festival, pela Bélgica. Assim, após algumas simulações em sites de compra de passagens, principalmente o Decolar, comprei a passagem pela TAP, com o seguinte trajeto: Brasília - Lisboa - Bruxelas, na ida, e Budapeste - Lisboa - Brasília, na volta.

Masssss... como diria Joseph Climber, a vida é uma caixinha de surpresas! hehehe! E lá fui eu, gastar dinheiro com uma mudança radical no meu roteiro! Dois amigos que também faziam parte do grupo do Tomorrowland  no Facebook, e que fariam comigo uma parte do meu roteiro, me convenceram a alterar todo o início da minha viagem e começar por Ibiza! Precisei alterar as datas e os trechos, e essa mudança me custou uma taxa de remarcação na TAP, de R$ 560, além de novas diárias de hospedagem e uma passagem de Ibiza para Bruxelas, que comprei pela companhia low cost Ryanair e que custou R$ 400.

E foi assim que, aos poucos, meu roteiro foi se estendendo, até finalizar em 29 dias e 10 países. Sem mais alterações, por fim, ficou da seguinte forma:

Ibiza (de 21 a 24 de julho)
Bruxelas (de 24 a 26 de julho)
Antuérpia (de 26 a 29 de julho)
Amsterdam (de 29 de julho a 1 de agosto)
Paris (de 1 a 3 de agosto)
Berlim (de 4 a 7 de agosto)
Praga (de 7 a 10 de agosto)
Bratislava (de 10 a 12 de agosto)
Viena (de 12 a 14 de agosto)
Budapeste (de 14 a 16 de agosto)
Lisboa (conexão com pernoite de 16 a 17 de agosto)

Dicas para quando for comprar sua passagem aérea

A passagem pela TAP custou R$ 2.500, mas alguns meses depois eu cheguei a dar uma olhada, por curiosidade, e o preço tinha baixado! Ou seja, não precisa de muito desespero pra comprar passagens, mas também não deixe para a última hora.

Ao comprar passagens onde sua viagem comece por um país e termine por outro, escolha a opção Multidestino, onde você compra com a ida para a primeira cidade e a volta pela última. Isso faz com que você economize tempo e dinheiro. Abaixo, algumas telas dos sites das companhias aéreas, com a opção Multidestino.

TAP PORTUGAL

British Airways

Decolar.com

Sempre que possível, compre a passagem diretamente pelo site da companhia aérea, pois sites como o Decolar sempre vêm com uma taxinha extra no final. Ou seja, no fim das contas eles servem mesmo é para simular, apenas! Inclusive, para pesquisa de passagens aéreas entre os países da Europa, as chamadas empresas low cost, também existem sites onde é possível fazer essa pesquisa, como o Skyscanner.

No caso específico da TAP, assim que comprar sua passagem online, ligue no atendimento deles e peça para marcar seus assentos, pois isso não é feito na compra online. Além disso, se o seu trecho tiver um pernoite, como foi o meu caso (em Lisboa, na volta), faça a eles o pedido de reserva de hotel. Essa diária, normalmente, é paga pela companhia.

E fique esperto com relação à franquia de bagagens cobrada pelas low costs! A maioria delas tem um valor para a passagem e um extra que você decide pagar, ou não, para poder despachar suas malas. Deixar para pagar esse valor excedente na hora do check-in pode sair mais caro, então leia com atenção as especificações durante a compra. Eu optei por pagar uma franquia de 20kg no meu trecho Ibiza-Bruxelas, no momento em que comprei minha passagem.

Viajar de trem

Uma coisa muito legal que existe na Europa é a possibilidade de fazermos a maioria dos trajetos entre uma cidade e outra por trem! Existem várias companhias, com acomodações em primeira e segunda classe, em cabines com beliches (no caso dos trens noturnos) e com modalidades diversas de compra.

Pra quem prefere viajar sem horário e dia certo, os passes são ideais, pois você compra uma espécie de pacote, com validade pra um, dois ou três meses, e com a quantidade de países que melhor couber ao seu roteiro, e fica a vontade pra ir de um lugar ao outro. Como eu preferi comprar os bilhetes ponto a ponto – nessa modalidade, o ticket é unitário, ou seja, para cada trecho você precisa comprar um bilhete –, ao invés dos passes, não vou me estender muito sobre eles aqui, pois não tenho informações aprofundadas. Mas nos sites Eurail e RailEurope você consegue tudo que precisa sobre isso! O Mochileiros também possui uma página específica que trata só desse tema!

Depois de dar uma pesquisada, eu fiz a opção pelos tickets ponto a ponto, por dois motivos: primeiro porque eu já sabia exatamente o meu roteiro, com dias de chegada e saída em cada cidade, e segundo porque ficou mais barato, pra mim, fazer dessa forma, pois nos três últimos trechos eu decidi comprar passagens de ônibus.

Os tickets de trem começam a ser vendidos três meses antes da data de compra, e é interessante que se compre assim que for possível, pois, com a proximidade da viagem, os valores aumentam muito!

Para o trecho entre Bruxelas e Antuérpia, que dura uma hora, eu fiz a compra no site da Belgian Rail. Por lá, você compra o ticket apenas para o dia, sem horário definido.

Entre Antuérpia-Amsterdam e Amsterdam-Paris, a companhia é a Thalys. O tempo de viagem, respectivamente, é de 1h10 e 3h15. Uma dica aqui: se tiver tendo problemas para comprar por este site, tente alterar a opção de país, no canto direto da página, e coloque França.

Cabine Couchette, para seis pessoas.
Para fazer o trajeto Paris-Berlim, nós tentamos comprar pela DB Bahn, que é a companhia de trem oficial da Alemanha, porém, o site não liberou a venda de tickets para o dia que precisávamos, então acabamos por comprar pela RailEurope mesmo. Explico meu desapontamento: a RailEurope funciona como um Decolar, ou seja, eles cobram uma taxa de administração em cima do valor do ticket, e isso encarece a compra!

Nesse trecho, que tem 12h de duração, pegamos uma cabine no trem City Night Line, com seis beliches (Couchette), na segunda classe, com ar condicionado, banheiro no corredor e cobertores inclusos.

No trecho Berlim-Praga, conseguimos, enfim, comprar o ticket pelo site da DB Bahn. Essa viagem terá duração de 4h40, então vamos de assento normal mesmo!

Ônibus

A partir de Praga, farei a viagem entre um país e outro de ônibus, por ser mais barato e ter a mesma duração do que se fosse por trem. Não sei dizer o porquê desse mesmo tempo de viagem, mas imagino que os trens sejam do tipo comum, e não de alta velocidade. Comprei todos os tickets pelo site da Eurolines, sendo que dentro dele há ramificações para os hot sites de cada país.

A duração de cada trecho:

Praga-Bratislava: 4hrs.
Bratislava-Viena: 1h.
Viena-Budapeste: 3hrs.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tomorrowland Bélgica: um guia de como chegar lá!

* Este post é atualizado conforme novas informações sobre o Tomorrowland Bélgica - Última atualização: 01/08/2018 ) Tomorrowland Bélgica 2018 A 14ª  edição do Tomorrowland Bélgica foi realizada em dois finais de semana, entre os dias  20 e 22 de julho, e entre os dias 27 e 29 de julho . No ano de 2013, eu tive a oportunidade de participar desse mundo mágico chamado Tomorrowland e, quando voltei, decidi escrever um post explicando em detalhes como fazer parte do sonho. A cada ano, desde então, atualizo as informações aqui na página, uma vez que várias novidades são inseridas no festival ano após ano. A partir daqui, entre no mundo Tomorrowland e saiba, em detalhes: quanto custa ir para o Tomorrowland, os tipos de ingressos e pacotes, acomodações oferecidas, formas de retirada dos vouchers, como chegar e sair do festival, como funciona o camping (DreamVille) e muito mais! O que é o Tomorrowland O Tomorrowland é um festival de música eletrônica que acontec

Tomorrowland Brasil: O mundo mágico ganha um novo capítulo!

Como será em 2016 A 2ª  edição do Tomorrowland Brasil será realizada nos dias  21, 22 e 23 de abril . A produção do evento irá divulgar mais informações a partir de janeiro/2016. Enquanto isso, veja aqui informações sobre como foi a edição 2015! :) E o que, até então, era boato se tornou realidade! O Brasil sediará uma edição do Tomorrowland, entre os dias 1, 2 e 3 de maio de 2015 . O evento será realizado no interior de São Paulo, em Itu, com o tema Book of Wisdom (Livro da Sabedoria) . A expectativa de público, segundo a ID&T, produtora do evento, é de 60 mil pessoas. Serão seis palcos e cerca de 150 atrações, como David Guetta, Steve Aoki, Avicii, Fatboy Slim, entre outros. Assim como o Tomorrowland realizado na Bélgica, o Tomorrowland Brasil ofertará ingressos para os três dias juntos e para dias separados, assim como os pacotes de Global Journey e o famoso DreamVille, uma área de camping anexa ao festival. Idade mínima: 18 anos completados at

Documentos, dinheiro, cartões: tudo o que você precisa para o seu mochilão na Europa

Reservas de hotéis, seguro saúde, passagens aéreas, cartões, dinheiro: quase tudo pronto! Começou a bater um frio na barriga com a proximidade da viagem! A menos de 15 dias do embarque, e com tudo praticamente comprado (hospedagens, passagens de avião, trem e ônibus, tickets de festas e museus), o que nos resta agora é imprimir toda essa papelada, guardar os euros e separar as roupas e documentos! Então, meu post de hoje vai ser pra falar um pouco sobre essa parte burocrática, digamos assim, que envolve uma trip para a Europa! Documentos Para entrar na Europa, basta ter um passaporte válido , não sendo necessário o visto, graças a um acordo  firmado entre o Brasil e a União Europeia. Além disso, por meio de um outro acordo, o Tratado de Schengen , é permitida a livre circulação de pessoas entre os países que fazem parte do documento, sem a necessidade de apresentação de passaporte nas fronteiras. Assim, se você fizer sua primeira parada na Bélgica e, depois, for para